VISOES NOTURNAS di Leidiane Viana Machado (Athena Lay Negger)


0001-1Visões Noturnas 

Nas ruas

Os Farrões predominam

Buzinas de carros

Poluições nas esquinas

Crianças carentes

Nascentes de ventres doentes

Crianças carentes,… Famintas presentes;

Sem Blusa e de chinelão

E com a arma na mão

À vítima é seu ganha pão.

 

As brincadeiras com pedrinhas,

Hoje é apenas utopia;

Criança cheirando pedra;

Em vez de brincar com boneca.

 

Em suas casas suas bonecas

São desfeche de um padrão social

Que transforma as crianças no “consolo”

De atos de doentes sexuais.

 

O frio então lhe preenche

E com razão para morada

Saboreia o que restou

Do sabor do seu espírito;

O amargo sabor da morte.

Nas esquinas…, Nos Postos,… Nas calçadas…

Nos lixões,…Nos “botecos”

Ah!…Sem sombra de dúvidas!

O ser “Humano” se transformando em bonecos.

 

Vitrine de luxo;

“Victor Hugo Outlet”;

“Itaim, Oscar Freire”;

“Louis Vuitton”;

“Diamond Crypto Smartphone,

Figurinos esbeltos,

Encantado a passarela da fome,

Da zona sul… Zona Sul.

 

Do lado da “zona”…

Do outro lado da rua…

Houve-se um grito(…)

Socorro,…Socorro,…Socorro!

E do outro lado da esquina

Um suspiro aliviado!

Ufa! Poxa vida!

Podia ser eu o assaltado.

 

Que mundo é esse?

Que tenta viver o amanhã,…

Sem sair do atraso!

Atraso, que atrasam vidas

Atrasos esses que aprisionam vidas

Nesse mundo tudo vão se perdendo

E a cultura o resgate da escuridão notura

Para luz vem trazendo…

 

Volta a brincar de boneca

Volta para o leite materno;

E transforma a pedra em pedra

E deixa a natureza cobrir-te

Com manto de bondade

E transformar o amargo sabor da noite,

Quando se tem fome;

 

VAI atrás da sua liberdade perdida

VAI adiante VAI

VAI eu cheguei lá!

(Poesia de Leidiane Viana Machado, nome de batismo Athena Lay Negger) Uma poesia realizada em um dos meus projetos culturais, sobre a reciclagem do olhar, Projeto Lixo https://www.facebook.com/pg/PROJETO-LIXO-ARTE-RECICLAGEM-DO-OLHAR-204696432892253/videos/?ref=page_internal 

https://www.facebook.com/204696432892253/videos/289477455086940/ Arte, VAI é um programa de valorização de Incentivas Culturais, realizado pelo órgão do Estado de São Paulo, poesia escrita em 2009, com atualização de 2019

 

Night Visions

Nelle strade

Le Farrões predominano

Corni di auto

Inquinamento negli angoli

Bambini bisognosi

Molle doloranti

Poveri bambini,… regali famosi;

Senza una camicia e un chinelão

E con la pistola in mano

La vittima è il tuo capofamiglia.

 

Il gioco con i ciottoli,

Oggi è solo utopia;

Pietra profumata per bambini;

Invece di giocare con una bambola.

 

Nelle loro case le loro bambole

Provengono da uno standard sociale

Cosa trasforma i bambini in “comfort”

Di atti di pazienti sessuali.

 

Il freddo poi ti riempie

E con ragione per la residenza

Goditi ciò che è rimasto

Il gusto del tuo spirito;

L’amaro sapore della morte.

Agli angoli delle strade … Nelle stazioni, … i marciapiedi …

Cassonetti, … nei “pubs”

Ah! … Senza dubbio!

L’essere umano viene trasformato in bambole.

 

Vetrina di lusso;

“Victor Hugo Outlet”;

“Itaim, Oscar Freire”;

“Louis Vuitton”;

“Smartphone Diamond Crypto”

Costumi eleganti,

Incantato la passerella della fame,

Da sud … Zona Sud.

 

Sul lato “zona” …

Dall’altra parte della strada …

C’è stato un grido (…)

Aiuto! Aiuto! Aiuto!

E proprio dietro l’angolo

Un sospiro di sollievo!

Accidenti! Povera vita!

Potrebbe essere me derubato.

 

Che mondo è questo?

Chi cerca di vivere domani, …

Senza arrivare in ritardo!

Ritardo, ritardando le vite

Ritardi che imprigionano vite

In questo mondo tutto è perduto

E cultura il salvataggio delle tenebre

Perché la luce arriva portando …

 

Torna a giocare a bambola

Ritorna al latte materno;

E trasforma la pietra in pietra.

E lascia che la natura ti copra

Con un manto di gentilezza

E trasforma il sapore amaro della notte,

Quando hai fame;

 

Vai dopo la tua libertà perduta

Vai avanti

Vai, sono arrivato!

 

 

 

 

Annunci

11 thoughts on “VISOES NOTURNAS di Leidiane Viana Machado (Athena Lay Negger)

  1. Mayra fernanda ha detto:

    Belíssimo,
    triste realidade colocada com muita precisão.
    A autora soube captar com muita visão o cotidiano em que vivemos hoje!
    Parabéns ,está perfeito.

    • Athena Lay Negger ha detto:

      Obrigada Mayra Fernanda pela observação e a crítica construtiva, infelizmente muitos detalhes não são observados de perto, mas quem cuida de transformar a sociedade com cultura sempre viverá para transformar o mundo, as escritas é uma porta para retratar a forma como algumas pessoas vivem e precisa de ajuda, obrigada pelo elogio pois isso faz dar animo para poder escrever e expressar mais as palavras vividas, na pratica para o mundo. Agradeço imensamente a Noubs e o Massimo Pamio

  2. Joana Santos Oliveira ha detto:

    Amei, descreve bem nosso cotidiano, apesar de ser triste a realidade vc Athena colocou de forma sutil, soube retratar a realidade com olhar de uma verdadeira artista. Parabéns espero ver mais poemas seus por aqui.

    • Athena Lay Negger ha detto:

      Obrigada Joana Santos Oliveira, a Noubs realmente deu uma oportunidade de ter uma poesia minha sendo digerida de forma mental fazendo meus pensamentos chegar a Itália um pais onde meu coração faz a morada!…Agradeço a dedicação e o carinho fico realmente feliz pelas palavras fortalece meu espírito amo vocês e obrigada nada nessa vida a gente consegue fazer sozinho nem nossos pensamentos o outro é sempre uma forma para uma lapidação interna

  3. Cristiane ha detto:

    Parabenizo suas lindas palavras , que expressão a realidade de uma sociedade com muitos contrastes e desigualdades diante dos nossos olhos, em que a maior parte da população sofre com a miséria e a minoria se esconde em sua riqueza pobre de espirito e dignidade.

  4. Athena Lay Negger ha detto:

    Cristiane bela observação, eu sempre lutei contra a desigualdade social, acreditei que eu pudesse realmente fazer quem cruzasse meu caminho ter um ponto de vista construtivo, porém percebo que ainda é pouco o que fazemos, a prática é quase nula dentro de uma sociedade, muitos acreditam que a transformação humana se dar pelo processo de escravizar pensamentos com migalhas por isso a nossa sociedade no mundo veste a camiseta da desigualdade, no Brasil infelizmente traz um contraste maior dessa desigualdade econômica, social e cultural!

  5. SAMANTHA DIAS BRANCO ha detto:

    O texto é incrível, mostra a dura realidade de nossas crianças, mas descrita com muito amor pelas palavras da maravilhosa Athena. Infelizmente a desigualdade ainda é muito grande em nosso país, mas acredito que podemos com muita luta – amor e fé conseguir mudar essa realidade. Obrigado Athena por tudo e parabéns…

  6. Robson Bobi ha detto:

    Athena,
    seu poema transborda
    invade o pensar
    lúcidas palavras
    que querem até calar
    alma disperta
    que também quer tocar
    o insano . o impuro ….

    • Athena Lay Negger ha detto:

      Robson Bobi essa poesia ela traz uma vivência das questões sociais na prática, questões que se baseia na fuga dos males, das dores das enfermidades. Praticar essa visão foi realmente viver a observar vários padrões de uma realidade falsa, que somos projetados a viver, a insanidade ela é criada no mundo, o impuro ao qual relata é uma questão filosófica religiosa a relatar dos ímpios. Mas no final da poética é narrado a utopia da realidade é como trocar as versões dos sonhos e da realidade. O sonho é viver sem dor, poder brincar, ter o que comer e possuir amor, é ter a dignidade de ser humano…Por outro lado cria-se uma utopia do que poderia vir a ser, pois cada queda um processo de impureza, mais nem todos são fracos no mundo, um consegui perceber a realidade pela força e não foi forçado a ilusão projetada do mundo se salvou pela arte, a arte de criar e recriar dentro do nada. Se manteve na esperança sem cair acreditando em si mesmo!

  7. Vivian Tsun In ha detto:

    Muito bom… você retrata a realidade em forma de poesia. Como se vê é nítido que a riqueza anda ao lado da pobreza. Que a infância cada vez mais se extingui. Você expressa uma realidade com delicadeza. PARABÉNS!
    Bjo Athena.

    • Athena Lay Negger ha detto:

      Muito obrigada Vivian Tsun, é uma vivencia muito forte da minha vida e o trabalho de lapidação sobre vários hemisfério da vida humana, uma forma retratada de uma dor sendo transformada a cada segundo, temos o poder de ser diferente, mas cada luta é uma queda para se levantar mais forte, nada pode aprisionar o valor de um espírito digno, a pobreza não nós faz em incapaz, mas a riqueza material mesmo sendo incapaz de atingir a beleza do espírito esse se sente incapaz aprisiona quem tem talento, mas quem tem talento sempre consegue transformar a sua dor cuidando do outro. Obrigada pelo carinho imenso e por existir na minha vida, consegui ver delicadeza em minha escrita realmente deixa-me emocionada!

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione /  Modifica )

Google photo

Stai commentando usando il tuo account Google. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione /  Modifica )

Connessione a %s...

Annunci
FreeWords Magazine

dove il pensiero diventa parola

Emergenza Cultura

In difesa dell'articolo 9

cuoreruotante

Le cose belle hanno il passo lento

# I Feel Betta

Autobiografia culinaria

pagine che amo

Just another WordPress.com weblog

Poeti d'Abruzzo

Focus Po-etico sul territorio abruzzese

from the morning

le passioni infernali mai conosciute prendono fuoco nella casa vicina.

Poetella's Blog

"questo sol m'arde e questo m'innamora"- Michelangelo

Anna&H

sono approdata qui

And Other Poems

Poetry website 2012 - 2018

filmcritica rivista

cinema filosofia inconscio lingua polis scrittura

Gio. ✎

Avete presente quegli scomodi abiti vittoriani? Quelli con la gonna che strascica un po' per terra, gonfiata sul di dietro dalla tournure? Quelli con i corsetti strettissimi e i colletti alti che solleticano il collo? Ecco. Io non vorrei indossare altro.

AnItalianGirl

Sii chi vuoi, ma se sei te stesso è meglio!

Edilio Ciclostile

buzzing head

operaidelleditoriaunitevi

Just another WordPress.com site

lagunaweblog

La narrativa è la più esigente delle fidanzate

Nel vento...

Pensieri e dintorni

L'Inconfessabile

ciò che non si può dire lo scrivo

Cristina Khay Blog

La Vita e' un Fiore*

Parole Inconsistenti

Appunti di scrittura di Luca Romano

Briciolanellatte Weblog

Navigare con attenzione, il blog si sbriciola facilmente

miglieruolo

La vita è sogno

%d blogger hanno fatto clic su Mi Piace per questo: